Início VÍDEOS Protagonista de “Deus Não Está Morto” conclui filme sobre ateu que se converte
Protagonista de “Deus Não Está Morto” conclui filme sobre ateu que se converte

Protagonista de “Deus Não Está Morto” conclui filme sobre ateu que se converte

28
0

Let There Be Light é considerado a sequência não oficial da franquia

O ator Kevin Sorbo, cuja carreira ficou marcada pelo papel de Hércules na televisão, teve um recomeço de carreira em 2014. Após o grande sucesso de “Deus Não Está Morto”, ele se tornou um dos grandes nomes nos filmes cristãos.

Tanto Deus Não Está Morto quanto a sequência Deus Não Está Morto II foram filmados com orçamentos pequenos e deram grandes retornos. O primeiro arrecadou mais de US$ 60 milhões e custou apenas US$ 2 mi. A segunda parte, lançada em 2016, custou US$ 5 mi e rendeu US$ 20 milhões nas bilheterias.

Ambos abordam o conflito entre as pessoas de fé e as instituições ateístas que procuram ridicularizá-los. Sorbo acabou de filmar seu terceiro filme com temática cristã seguido: Let There Be Light [Haja Luz]. Sua esposa, Sam Sorbo, foi a coautora da história que fala sobre um famoso ateu que se converte a Jesus após uma experiência de quase-morte.

Sam acredita que o novo longa é quase um “Deus não está morto 3”, pois é um fruto direto. Afinal, no primeiro filme Sorbo interpreta o Dr. Radisson, professor de filosofia ateu que força seus alunos a assinarem uma declaração dizendo: “Deus está morto”.

A esposa de Kevin explicou que a ideia de escrever sobre isso veio após o sucesso do marido nos dois filmes da franquia “Deus está morto”. “Certo dia eu fiquei pensando: o que aconteceria se o maior ateu do mundo viesse a conhecer a Jesus?”.

Para o casal, conta ela, “Foi uma surpresa entender o tanto de apoio que uma história de fé podia receber”. Também causou impacto em suas vidas o encontro que Kevin teve com uma mulher em um aeroporto. Ela veio até ele e disse: “Esse filme mudou minha vida. Eu era muçulmana, mas agora sou cristã. Recentemente fui batizada com minha filha”.

A roteirista diz que naquele momento entendeu: “Temos de fazer mais esse tipo de filme”. Let There be Light custou 3 milhões de dólares e seu lançamento está previsto para dezembro de 2017.

Fonte: Gospel Prime

(28)

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *